quinta-feira, 19 de maio de 2011

018: Inspirações Xamânicas para o nosso Cotidiano


O QUE AGRADARIA SUA CRIANÇA NO DIA DE HOJE?




Quase todas as manhãs encontro, encontro um grupo de crianças que me ensinam a ensinar. São seres cheio de energia, com corpos físicos de 5 anos de idade e alma de eternidade. Esta semana estivemos viajando pelos mistérios ancestrais e elas trouxeram várias representações dos seus respectivos animais de poder. Primeiro desenhos após jornada ao som do tambor, cantos e danças e a confecção do totem com argila.

Um deles disse que tinha uma idéia muito interessante, uma ótima idéia falou. Que os professores se tornassem crianças e as crianças se tornassem os professores. Imagine você leitor, entrando na “Sala do Futuro” nome que eles determinaram para este grupo e recebessem uma aula visionária. Talvez uma das primeiras lições fosse à sabedoria de que é bom nos colocarmos no lugar do outro. Ter olhos de compaixão, compreensão e curiosidade.

Quantas vezes fazemos isso? Quantas vezes nos empolgamos com uma idéia? Ou mesmo quantas vezes respeitamos o outro ser humano independentes do seu tamanho, roupa ou maneira de pensar?

E quantas vezes também nos tornamos sérios demais, adultos demais, pessoas que adulteram a inocência, a criatividade, para impor as idéias sistematizadas, encaixotadas e engessadas? Talvez precisemos ouvir um pouco mais a nossa criança interior, quem sabe aquela que nos inspira a ser um educador, um ser humano que compartilha e inspira pelo exemplo.

Em diversas tribos as crianças são levadas a sério, ou melhor, são consideradas sagradas, lavadas de alma. São espíritos recém-chegados que trazem notícias do lado de lá, que renovam as energias com ventos de mudança. Que abrilhanta não só os olhos e face de sua mãe com energia peculiar, mas semeia novas possibilidades no mundo. São lembretes de que já fomos crianças um dia.

Lembre-se do seu tempo de criança. Daquele tempo em que está tudo certo e que não existe atraso. Daquela postura em que se o castelo de areia se desmanchou, existe a possibilidade de se construir um novo, quem sabe melhor – areia é o que não falta nas praias da vida. Assim como possibilidades de desenvolvimento, construção, reconstrução das potencialidades da alma. Por favor, responda a si mesmo: O que agradaria sua criança no dia de hoje?


Mitakuye Oyasin!
“Por todas as nossas relações!”

Série: 365 Inspirações Xamânicas para o nosso Cotidiano
Autor: Samuel Souza de Paula
Crédito da Imagem: Desconheço a autoria, se souber, por favor, nos envie um email.
Site: www.espiritualidadenatural.blogspot.com

6 comentários:

alexandrecumino disse...

Parabéns pelo texto meu amigo Samuel, veio direto ao meu coração, também sou chegado nestas crianças da etrenidade, e já a alguns anos as tenho como meus mestres nesta caminhada espiritual...
Alexandre Cumino

iracema disse...

Que doçura e encantamento Samuel!!!
Fiquei emocionada porque, as crianças tem me ensinado muito mais do que eu a elas e voce me fez lembrar de minha criança interna que ficou esquecida... carente de amor e atenção.
Valeu demais meu amigo. Grata.
Beijos no teu coração.
cema.

Aline disse...

Que delicia ler suas inspirações!!!

Viva a nossa criança interior!!!

CONsCIÊNCIA TRIBAL disse...

Samuel,
Obrigada por encantar nossas manhãs com suas lindas publicações, sempre aprendo muito com elas.
Abraço carinhoso.
Lilia Uchoa
Xamãs Urbanos

O-LECRAM disse...

Lindo post, parabéns! Quando criança fazia animais em barro...voltei mesmo no tempo e só de ler esse post entrei em contato com a minha. Obrigado!

Samuel Souza de Paula disse...

Gratidão por suas palavras e carinho amigos, vocês são ótimos! Alexandre, Iracema, Aline, Consciência Tribal, O-Lecram. Gratidão por enriquecerem minha vida com seus comentários e experiências. Tenha a certeza que minha criança interior sorri feito sol e brisa doce de amor. Gratidão!