sábado, 16 de junho de 2012

Energia, Consciência e Realização

ENERGIA, CONSCIÊNCIA E REALIZAÇÃO

  
SOMOS OS CRIADORES DA NOSSA REALIDADE, ESPECIFICAMENTE SOMOS OS CRIADORES DA NOSSA SAÚDE FÍSICA E EMOCIONAL, DO RESULTADO DOS NOSSOS RELACIONAMENTOS, TRABALHO, SUCESSO PESSOAL E TAMBÉM DA NOSSA CONTA BANCÁRIA.

COMO?

ATRAVÉS DA CALIBRAÇÃO DA NOSSA ENERGIA.


Carmen Engel é formada em Psicologia com pós-graduação em Filosofia. Trabalha há mais de vinte anos com Psicologia Energética e Curas. Idealizadora do site: www.meditationforthesoul.com (em inglês), onde se pode encontrar mais de cinqüenta meditações de sua autoria. Trabalha como tradutora e escritora. Em seu mais recente projeto está desenvolvendo um blog em português onde serão oferecidos os seus artigos sobre Epigenetica e Psicologia Energética, e é sobre este tema que ela compartilhou à Espiritualidade Natural.


Espiritualidade Natural: MUITAS PESSOAS, DESDE RENOMADOS CIENTISTAS A GURUS DA CONSCIÊNCIA, FALAM SOBRE ENERGIA. EM SUA OPINIÃO, O QUE É ENERGIA E COMO ELA FUNCIONA?

Carmen Engel: Vamos começar pela equação que em 1925 revolucionou a comunidade cientifica, quando Einstein respondeu a famosa pergunta: ‘De que o cosmo é composto, de que somos todos compostos? E=Mc2

Energia multiplicada pela velocidade da luz igual matéria ou massa, ou seja:

Cosmos -> Universo -> Galáxia -> Terra -> Indivíduos -> Sistemas Orgânicos -> Células -> Moléculas -> Átomos ->Partículas Subatômicas> unidades de energia = ENERGIA.

Tudo e todos somos formados por partículas subatômicas que atualmente são chamados de unidades de energia. Porem nós crescemos e aprendemos a ver o mundo e a nos mesmos como sólidos, pois podemos ver e tocar. Antes mesmo de termos uma noção inicial de física aprendemos na escola primária que existem objetos sólidos e abstratos! Mas na realidade, esse mundo sólido o qual estamos habituados, o qual vemos e tocamos é nada menos que unidades de energia, vibrando cada uma em suas próprias velocidades ao invés de uma diferença na sua intrínseca composição.
Vivemos num planeta de bilhões de pessoas, num universo de bilhões de planetas e não estamos isolados de maneira alguma pela matéria ou pela distância, estamos todos conectados por nosso elemento básico, nossa energia.
É difícil para nós que não temos um avançado conhecimento em Física e vivemos nesse aparentemente mundo sólido aceitar e transcender essa “aparente realidade”, contudo nosso elemento básico dentro de tudo que a ciência sabe até hoje é a energia.
Tem um exemplo interessante que Dr. Bradley Nelson escreveu no livro intitulado “The Emotion Code” (o qual já foi traduzido para o português, mas não foi impresso ainda, será em breve) que ilustra bem esse paradigma. Ele pergunta: “Você conhece o ditado ‘Conheço tão bem como conheço a palma da minha mão’? Porém, diz ele, eu te pergunto na realidade quanto que você conhece da palma da sua mão? Se você olhar na superfície dela verá a sua pele com rugas, poros e algumas veias, então conhecerá sua mão por essa perspectiva. Mas se colocar sua mão num microscópio não vera a mesma coisa. Se aumentar  a magnitude do microscópio a 20.000 vezes você verá as sua células, se aumentar ainda mais verá suas moléculas, e se aumentar a magnitude mais ainda verá seus átomos e consequentemente suas partículas subatômicas. A essa altura a sua mão não parecerá nada com a mão que você conhece. A sua mão apesar de diferente continua parecendo solida, mas na verdade tem muito espaço vazio no que você esta vendo. A nível subatômico existe uma distância enorme entre os elétrons. Átomos são compostos 99.99999999% de espaço vazio. Sua mão é 99.00000000% espaço vazio. Se removesse todo espaço vazio dos átomos da sua mão, ela se tornaria tão pequena que você necessitaria de um microscópio para vê-la. Ela desapareceria virtualmente, mesmo assim continuaria pesando o mesmo peso e contendo o mesmo número de átomos. Talvez diz ele, leve algum tempo para compreender essa idéia. Sua mão parece sólida, mas é feita de energia dinâmica em constante vibração. Na verdade o que os físicos chamavam de partícula subatômica as quais compõem o átomo, não são partículas. Eles medem os componentes dos átomos em unidades de energia, para serem mais precisos”. Então, como disse Einstein, a separação que fazemos entre o mundo sólido e energético é somente um tipo de ilusão ótica.
A partir do momento em que compreendemos esse conceito fica muito mais fácil para nós nos movermos em direção ao entendimento de como a nossa mente e o nosso corpo funcionam, e assim tomar o controle da nossa caminhada aqui no planeta Terra. A Física Quântica profere: Tudo é composto de energia. Energia é o elemento primordial na matéria e de toda a forma. Nós somos energia. Tudo que nós vemos e inclusive o que não vemos estão constantemente emanando ondas de energia, vibrando cada um na sua própria frequência. Todos, na relatividade do tempo e espaço no cosmo estamos conectados pelo nosso elemento básico, nossa energia. No nosso corpo, a nossa energia são vibrações eletromagnéticas as quais são a ressonância das nossas emoções, sentimentos (interação consciência/subconsciência). A nova ciência da Epigenetica desenvolvida por Dr. Bruce H. Lipton Ph.D., expõem que nossos genes não controlam nossa vidas ou nossos corpos, em contrapartida nossa percepções, crenças e emoções. Em outras palavras, nossa frequência energética é que controla. Essas sim, podem até reescrever o nosso código genético moldando as nossas vidas na proporção e extensão de nossa percepção saudável (vibração sincronizada) ou doente (energia não sincronizada).
COMO A ENERGIA SE MANIFESTA EM NÓS?
A energia em nós, como todos sabemos, aqui no planeta Terra emana do nosso corpo; especificamente a energia mental surge através do processo do pensamento na correlação com o cérebro. (e hoje já se sabe que o também na correlação com o coração, sendo que foi descoberto que o coração não é aquela simples máquina de bombear sangue. Se formos medir a energia emanada do coração ela é muitos mais intensa que a energia emanado pelo cérebro. Cientistas descobriram que o coração funciona também como um pequeno cérebro com memórias e outras funções similares a estes; estas descobertas criaram a ciência da neurocardiologia!)
O QUE É O NOSSO PENSAMENTO?
O nosso pensamento é a expressão das nossas mentes; mente consciente, mente subconsciente e a supra consciência. Eu ainda incluiria, do nosso coração... Porém mais estudos são necessários nesta área que não está no meu conhecimento...
A supraconsciência, não vamos assumir que todos conhecem a sua definição! É a nossa essência, e o Criador, Deus/o Universo/Jesus/tudo que significa (all that is). É o nosso “blueprint”. É a parte nossa que é familiar, não somente familiar, que contém o conhecimento infinito, o amor incondicional, a potencialidade infinita e a perfeição; o Criador. E a parte nossa que vibra com a energia mais pura, a energia do criador.
O QUE É A NOSSA MENTE CONSCIENTE?
O nosso consciente é a nossa mente criativa, aquela que faz planos, julga, decide, revisa o passado, especula o futuro, e tem uma dificuldade incrível de viver o momento presente. Ela também através da interação com a supra consciência expressa os nossos desejos e expressa os nossos pensamentos positivos. Contanto a mente consciente energeticamente falando é muito limitada, ela opera com 5% da nossa total potencial de consciência, enquanto os outros 95% é operado pela mente subconsciente. A mente consciente processa 15 batidas de informação por segundo, enquanto o subconsciente processa onze milhões de batidas por segundo. Energeticamente falando a energia criada pela mente subconsciente é extremamente mais intensa do que a energia criada pela mente consciente. Estudos em particular do professor Benjamim Libet da Universidade da Califórnia, mostram que as nossas decisões são tomadas mesmo antes da nossa consciência estar ciente delas, porém nosso intelecto (mente consciente) não se da conta disso e acredita que ele é quem toma as decisões.

O QUE SÃO OS NOSSOS REFLEXOS?
São mensagens da mente subconsciente a nossa consciência... Um exemplo simples... Ante de pensar você já piscou para repelir um objeto que poderia entrar no seu olho. Certamente, assim como, o conceito de um universo composto por unidades de energia ao contrário do universo composto por objetos sólidos transcende a nossa consciência coletiva, também o conceito de que a nossa vida é dirigida pelo mente consciência deve ser atualizado. A mente consciente é 95% uma expressão da nossa mente subconsciente.
Então fica uma pergunta! De onde vem a nossa energia? 95% dela é gerada pela mente subconsciente. Em resumo a nossa energia é a reflexão da nossa mente subconsciente, e como resultado ela molda as nossas vidas em totalidade incluindo a nossa saúde.
O QUE É A MENTE SUBCONSCIENTE?
É parte nossa que é responsável pelo nosso sistema involuntário, função celular, nossa respiração, batidas cárdicas e emoções. “O subconsciente responde habitualmente a sinais do nosso meio ambiente assim como, dados de memória incluindo as memórias de vidas passadas.” É também o armazém das nossas crenças e memórias. A mente subconsciente é um local de armazenagem, onde nossas experiências desde o útero de nossas mães (especialmente até os seis anos, infelizmente a essa altura a mente subconsciente tem informação suficiente para desenvolver seu próprio caminho ou direção) assim como de vidas passadas ficam retidas. A mente subconsciente não somente guarda informações sobre nós mesmos, ela também guarda informações da consciência coletiva. Cientistas acreditam que a mente subconsciente “Quando se trata da mera capacidade de processamento neurológico, é um milhão de vezes mais poderoso que a nossa mente consciente” O subconsciente é o “hard drive” do nosso interno computador; a parte em nos que baixa, grava e guarda todos os arquivos, portanto como tal ele é reprogramável.
COMO O NOSSO SUBCONSCIENTE FUNCIONA?
Fica difícil resumir esse conceito em 2 minutos de palavras, mas vou tentar... Experiências de vidas passadas e da nossa vida atual são guardadas na forma de memória no código genético na membrana de nossas células. Baseado nos trabalhos de pesquisa em biologia molecular, especificamente os trabalhos do Dr. Bruce Lipton Ph.D., da universidade de Stanford, na membrana das nossa células, com exceção de nossa funções vitais, a maioria das informações recebidas vindas da mente consciente (emoções, pensamentos, desejos) são analisadas e processadas pelos códigos na membrana com receio e inteligência de sobrevivência. Ou seja, as informações recebidas são filtradas na membrana da célula, e assim aceitas com verdadeiras (compatíveis) ou invasivas (não compatíveis). Somente as frequências energéticas (memórias) que são compatíveis com as memórias destas serão aceitas e processadas como verdade e não causarão estresse no corpo. Qualquer outra informação recebida através da mente consciente que não seja compatível com a frequência vibracional desenvolvida pela trajetória (conjunto de memórias) que o subconsciente traçou, é vista pelos códigos na membrana das células como uma a ameaça e então descartada. Essa informação rejeitada, e recebida pelo corpo físico na forma de estresse.  Assim ativando o nosso processo de sobrevivência a nível celular, fechando as nossas funções vitais em ordem da preservação da integridade do nosso corpo físico e com isso desregulando o nosso equilíbrio energético e bioquímico. Resumindo... Um pensamento gerado na consciência é triado na subconsciência causando uma reação a nível celular (corpo físico), este por sua vez gera os sentimentos e  as emoções. E o que é a energia? A energia são vibrações eletromagnéticas, a ressonância dessas emoções e sentimentos. Faz sentido?
Uma analogia bem simples; a mente subconsciente em relação ao nosso intelecto atua em nos como um bom amigo desenformado, aquele que pensa que sabe o que é melhor para nós, e tenta nos proteger a todo instante dando conselhos, a maior parte deles inúteis.

VOCÊ PODERIA DAR UM EXEMPLO DESTE MECANISMO?
Para ilustrar vamos usar o caso de uma fisioterapeuta com problemas de autoestima que esta fazendo planos para abrir o seu primeiro Spa. A terapeuta conscientemente pensa, planeja e deseja que seu estabelecimento seja um sucesso. No entanto a mensagem guardada no seu armazém (subconsciente) é de que ela foi rejeitada muitas vezes, que ela não é boa suficiente para fazer sucesso. Então quando essa mensagem consciente de ser bem sucedida for processada; em ordem de preservar o corpo biológico, primeiro ela (a mensagem consciente) será triada na subconsciência para aceita-la ou não como verdade. Se ela não for compatível com o conhecimento (memórias) da subconsciência essa nova informação será jogada fora. No caso acima; para a mente subconsciente ela não é verdadeira, sendo que não é compatível com o padrão a ser comparada: as memórias de baixa auto estima (subconsciente). Assim então começa o processo energético e neste caso o resultado será a autossabotagem ou qualquer outro padrão destrutivo que sirva pra suportar de alguma forma a memória negativa do subconsciente (não sou boa suficiente, não mereço) – energeticamente vibrando em sincronia com a sua própria verdade ou crença. Faz sentido?
E assim, mais que frequentemente deixamos as nossas vidas rolarem, mesmo sem nos darmos conta, pelos programas da nossa mente subconsciente. E que desperdício! Cada vez que memórias doentias são expressas através da nossa consciência estamos de alguma maneira sabotamos os nossos desejos mais íntimos e criando por meio do estresse e da insatisfação todos os tipos de escassez e as doenças nos nosso corpo e nas nossas vidas.
COMO PODEMOS MANIFESTAR A ENERGIA DE FORMA HARMONIOSA EM NOSSAS VIDAS?
Tendo conhecimento de como a nossa consciência e a subconsciência interagem, e das implicações dessa interação codependente na nossa vida; fica difícil se ter uma  visão positiva de que algum dia ou de alguma maneira poderemos manter uma relação verdadeira, saudável  e unificada entre essas três partes do nosso ser, e através dessa manifestar a energia ideal para que tenhamos uma vida plena. A primeira pergunta que me fiz há muitos anos atrás após ter lido uma enorme literatura sobre o assunto foi: Qual que é a parte menos diabólica? Minha consciência ou meu subconsciente? Em verdade nenhuma nem outra. A mente consciente tem o dom do livre arbítrio, a partir do momento que entendemos a sua funcionalidade. E a mente subconsciente apesar de ser uma maquina de guardar informações; seus programas não são fixos e podem ser trocados. Nós temos felizmente a habilidade de reprogramar a mente subconsciente e reescrever na memória de nossas células, e através desse processo ter controle de nossas vidas atuando mais frequentemente a um nível energético vibracional compatível com a nossa supraconsciência. Uma vez que nos compreendemos que a nossa consciência não está no controle de nossas vidas, também que nossos programas (memórias), não nos pertencem, que são somente memórias adquiridas de experiências de outros e de outras vidas, essa invisível teia de aranha pode ser desmantelada. Quando conseguimos equalizar a energia do consciente e do subconsciente ao mesmo nível da nossa supraconsciência ai então, mas somente quando, poderemos ter controles de nossas vidas e fazer parte ativa no processo evolutivo da Terra. Esse é o verdadeiro conceito de prosperidade, unificação e evolução, é também o nosso grande desafio a aqui na terra - o controle da nossa energia!
O QUE E A CIÊNCIA EPIGENETICA?
Epigenetica literalmente significa controle sobre a genética; é a teoria que contradiz a teoria do determinismo genético. Epigenetica é a ciência de como os sinais do meio ambiente modificam e regulam a atividade dos genes. É uma ciência que profundamente troca o entendimento de como a nossa vida é controlada.  Desde 1953, quando o código genético foi descoberto a população tem sido programada com a crença que o DNA controla as nossas vidas através dos programas passados a nos hereditariamente, ou seja, geneticamente. Entre eles as doenças como câncer, diabetes, colesterol além dos nossos traços de caráter pessoal, não somente físicos, mas também emocionais. Ao contrario da genética, a ciência epigenetica expõem uma realidade totalmente nova para nós; os genes não controlam nossas vidas ou nossos corpos, em contrapartida eles são controlados por nossas percepções, crenças, emoções e sinais do meio ambiente. Citação tirada das pesquisas do Dr. Reick  e Dr. Walter em 2001: “Genes não são nosso destinos. Influencias ambientais, incluindo nutrição, estresses e emoções podem modificar os genes sem trocar o nosso blueprint”. Dr. Lipton menciona  que essa nova consciência cientifica revela que a atividade dos nossos genes está constantemente sendo modificada em respostas as experiências da vida que temos, a qual enfatiza que a nossa percepção de vida forma a nossa biologia numa totalidade. A ciência epigenetica através da mecânica quântica prova matematicamente que mecanismos como os pensamentos, atitudes e crenças podem criar as condições do nosso corpo e também  a qualidade de vida que temos.
QUAIS SÃO OS CIENTISTAS ENVOLVIDOS NA CIÊNCIA EPIGENETICA?
Hoje algumas das mais famosas universidades e hospitais dos EUA já estão abraçando esse novo campo da Física quântica, a mecânica quântica e a epigenetica. As universidades de Harvard in Boston, Stanford e universidade da Califórnia, também o hospital/universidade John Hopkins entre outros menores. Entre os cientistas eu vou citar os conhecidos através de livros editados como Dr. Candece Pert, Professore Solomon Snyder, Dr. Azim Surani, Dr Jeanne Achterberg, e o meu favorito Dr. Bruce Lipton, porém existem centenas de cientistas atualmente estão trabalhando em diversas áreas dessa nova consciência cientifica, a ciência da epigenetica.
QUANDO COMEÇARAM SEUS ESTUDOS SOBRE ENERGIA?
Em 1990 minha vida estava caótica, mas felizmente encontrei como por acaso um livro da Luise Hay chamado “Você pode curar a sua vida”. Desde então, a concepção de que eu sou responsável pela minha própria felicidade mudou a minha visão de determinismo a qual somos vítimas, o que me levou há uma busca fantástica de 15 anos de aprendizados na procura e compreensão da minha autonomia. Porém em 2005 foi quando tive conhecimento do trabalho do Dr. Bruce Lipton e da ciência epigenetica, ai então compreendi que algo definitivamente tinha trocado não só em mim, mas na consciência de toda humanidade. Esse conceito de epigenetica não é novo no mundo cientifico, desde Lamarck essa teoria vem sido explorada, porém ela fica isolada nos manuscritos da Física! Eu sou agradecida eternamente pelos trabalhos do Dr. Bruce Lipton que finalmente trouxeram ao publico um conhecimento que deveria ter a nos chegado muitos anos atrás!
Essa caminha tem sido maravilhosa e divertida! Prosperidade em todos os aspectos da minha vida! E essa energia maravilhosa continua vinda de todos os lados, mesmo de lugares que eu nem poderia imaginar! É o meu desejo que todos nos possamos transcender esse triste determinismo no qual nos enredamos, para que possamos então viver vidas prósperas e ajudar na evolução desse planeta que tão desesperadamente precisa.

Maiores infomações: www.meditationforthesoul.com (em inglês).

Um comentário:

Mariah Pagano disse...

Sensacional Samuel!!!!
Gratidão pela tradução e postagem! que cada vez mais estejamos abertos à consciência plena,
e possamos ter abundancia e caminhos abertos em todos os níveis de nossas vidas!
abçs