domingo, 15 de maio de 2011

015: Inspirações Xamânicas para o nosso Cotidiano


QUANTO MAIOR SUA LUZ, MAIOR SUA SOMBRA II



Lembra da história, a inspiração de ontem? Entre os muitos sentidos que ela nos inspira, existe um que gosto muito. O respeito. O respeito pela diversidade, pelas diferenças na unidade. Nem tanto o cesso de ordem e nem o caos, mas a possibilidade de enxergar a beleza no caórdico, após o uivo do Coiote, na disposição das estrelas. Lembre-se disso quando olhar para o céu. Não apenas no céu de cima, do alto, mas o céu do meio dentro de você.

O Coiote é aquele que vê o seu lixo, revira a lata, não come nada e vai embora. Ele chega sorrateiro, e no final sempre traz uma lição.

Sabe, muitas vezes consideramos nossa sombra como lixo. Como algo que temos que esconder da presença de outras pessoas e de nós mesmos. Como a velha história do mamão: Você vai até a feira, escolhe um mamão, paga o feirante e esconde o mamão. Ninguém pode vê-lo e tem que carregar todo tempo junto com você.

Sua melhor opção no momento talvez seja colocar debaixo da roupa. Passa um conhecido e você esconde o lado onde está o mamão. Engraçado é que cada dia que você tenta esconder o mamão, parece que maior ele fica ou temos mais dificuldade em levar sua nova forma debaixo da roupa nos lugares por onde passamos.

O que acontece quando você passa vários dias tentando esconder o mamão?

Começa a feder, a apodrecer, é um processo natural, a coisa começa a cheirar mal.

É assim também com o nosso lado sombra. Muitas vezes tentamos esconder tudo aquilo que não consideramos legal e esquecemos que existe um poder, uma força na sombra.

Desperdiçamos muito tempo e energia tentando evitar e evitar. E nem paramos para reconhecer que tudo aquilo que tentamos evitar é alimento, alimentamos o monstro e com o tempo maior ele fica. Entregamos nosso poder aos preconceitos, pessoas e ao que a outra tribo vai pensar.

O Coiote diz: “Pode ser que você não goste da situação em que está vivendo, do seu lado sombra, dos seus desacertos e muitas bobagens que veste em sua cabeça. Tudo são sinais para que fique mais presente. E no final você vai rir das suas reações passadas. De um jeito ou de outro, gostando ou não, vai rir da história. Enquanto não o fizer estará apodrecendo feito o mamão que insiste em esconder.”

O Coiote vem trazer a possibilidade de fazer diferente, de renovar, inovar, de descobrir as forças da luz no seu lado sombra. Somos constituídos por forças misteriosas, e a sombra é um mistério. Um poderoso mistério. O mundo é feito de sombras, a matéria são sombras da realidade espiritual. É por meio das sombras que alcançamos sucesso, fazemos história, sustentamos e caminhamos nossos sonhos na realidade comum. É por meio das sombras que beijamos a realidade com emoção, matéria, fisicalidade.

Talvez o melhor conselho seja: tenha as sombras como aliado. Sorria mais de si mesmo, daquilo que considera erro ou defeito. Pode existir um grande tesouro escondido por detrás das sombras. Não seja tão sério, é preciso bom humor para enxergar as sombras da vida. É preciso bom humor para lidar com as situações desafiantes, os aprendizados e sofrimentos. E fique atento, pois quanto maior sua luz, maior sua sombra.

Agora se sua vida está monótona, fique tranqüilo, sempre existe o Coiote para mudar as histórias e de uma forma ou de outra jogá-lo numa nova realidade totalmente diferente do habitual. E com ele por perto é provável que pague algum mico. Mas, quem nunca ficou pesaroso com alguma coisa e depois descobriu que era tudo coisa da nossa cabeça? Pode ser que enquanto estamos passando pela situação não parece fazer sentido, não achamos graça, mas no final, no final, vamos rir da história.

Mitakuye Oyasin!
“Por todas as nossas relações!”

Série: 365 Inspirações Xamânicas para o nosso Cotidiano
Autor: Samuel Souza de Paula
Crédito da Imagem: Coyote Shaman – Carol Hagan
Site: www.espiritualidadenatural.blogspot.com

2 comentários:

Sefi disse...

Ola, concordo 100%. De fato, qto maior a sombra maior a luz. De fato, as sombras são os meios para evoluirmos espiritualmente em direção a nossa verdadeira essência. De fato, não temos que esconder quem realmente somos e de fato, temos que nos amar incondicionalemente com nossa luz e nossa sombra.

Samuel Souza de Paula disse...

Gratidão pela riqueza de seu comentário. Muita evolução e amor em sua vida.